Cafeína

A cafeína é um alcaloide do grupo xantinas, um composto químico presente em mais de 60 plantas, principalmente no café, chá, cacau, noz de cola e guaraná. Também é conhecida com outros nomes como guaranina ou teofilina.

 

Efeitos da cafeína

A cafeína é um estimulante do sistema nervoso central, elimina a sonolência e a fatiga, estimula o cérebro, aumenta o estado de alerta, de vigilância e atenção, permite um fluxo de pensamentos mais rápido e claro. Também é diurético.

cafeina

Enxaqueca

A cafeína alivia a cefaleia (dor de cabeça) devido a uma má circulação sanguínea, graças a suas propriedades vasoconstritoras intracerebral (atua sobre o diâmetro dos vasos sanguíneos). Por isso é encontrado na composição de numerosos medicamentos para tratamentos de cefaleias, enxaquecas, neuralgias, etc.

Rendimento esportivo

A cafeína tem um potente efeito ergogênico, ou seja, produz um efeito direto no rendimento mental e físico. Ficou demonstrado com estudos em esportistas que requerem resistência, tais como ciclistas e corredores, um aumento de 50% de resistência com a ingestão de cafeína.

Rendimento cognitivo

Melhora a memorização, percepção e aprendizagem.

Perda de peso

A cafeína aumenta o gasto de calorias, reduz a gordura e prolonga a sensação de saciedade.

Cafeína

Atualmente, a substância psicoativa (que produz mudanças temporais na percepção, no ânimo, no estado de consciência e no comportamento) mais utilizada no mundo é a cafeína. Deste modo, não só é encontrada no café e no chá, mas também na maioria dos refrigerantes, bebidas energéticas e medicamentos contra a enxaqueca.

Nos Estados-Unidos, a FDA (Food and Drug Administration) define a cafeína como “substância alimentar geralmente reconhecida como segura (generally recognized as safe)”.

Precauções

Como qualquer alimento ou medicamento, o excesso pode ser prejudicial.
O consumo excessivo de cafeína pode provocar nervosismo, angustia, tremores, insônia ou aumento da frequência cardíaca.
As pessoas com problemas cardíacos como hipertensão, propensos ao estresse, ansiedade e problemas de sono deveriam evitar o consumo de cafeína.

Quantidades de cafeína nos alimentos mais comuns (média em mg):

CAFEINA br dibujo

 

Quantidade de cafeína em Alti Vital:
– Cafeína: 12,5 mg
– Guaraina (ou cafeína) dentro da guaraná: de 4,5 a 10,5 mg

Conteúdo total de cafeína dentro de uma cápsula de Alti Vital: de 17 a 23 mg.

Quantidades diárias de cafeína recomendadas:

A cafeína não tem efeitos nocivos para a maioria das pessoas consumindo até 200 mg por dia (2 xícaras de café).
Em quantidades superiores, os efeitos variam de uma pessoa para outra.

EFSA – European Food Safety Authority

Adultos: a ingestão de até 400mg por dia – cerca de 5,7mg / kg de peso corporal por dia – (5 xícaras de café) consumida ao longo do dia não gera preocupações de segurança para adultos saudáveis na população em geral.
Mulheres grávidas / lactantes: a ingestão de cafeína de todas as fontes até 200 mg por dia consumida durante o dia não levanta preocupações de segurança para o feto.
Crianças e adolescentes: também é proposto um nível de segurança de 3mg / kg de peso corporal por dia para o consumo habitual de cafeína por crianças e adolescentes.

FDA – Food and Drug AdministrationEstados Unidos

Para adultos saudáveis, o FDA citou 400 miligramas por dia – cerca de quatro ou cinco xícaras de café – como uma quantidade geralmente não associada a efeitos negativos e perigosos. No entanto, há uma grande variação tanto no quanto as pessoas são sensíveis aos efeitos da cafeína e na rapidez com que a metabolizam (decompõem-na).

});