Gengibre

Nome científico: Zingiber officinale
Família: Zingiberaceae
Origem: Ásia

Descrição

É uma planta cujo caule subterrâneo é um rizoma. É Originária do leste asiático e cresce em todas as regiões tropicais do mundo. Atualmente, a China e o Peru são os principais produtores de gengibre.
Esta planta é reconhecida há milhares de anos por suas numerosas propriedades medicinais, como aromatizante na cozinha de vários países e em bebidas como o Ginger Ale.

 

 

planta medicinal

 

Benefícios do gengibre

Enxaqueca

Seu mecanismo de ação ainda não é conhecido, mas sabemos que atua sobre as “prostaglandinas” que são responsáveis pela inflamação dos vasos sanguíneos. Normalmente esta inflamação é a responsável pela aparição de dores de cabeça, devido ao aumento de pressão no cérebro.
A OMS (Organização Mundial da Saúde) descreve a actividade anti-inflamatória de gengibre, com efeitos semelhantes ao ácido acetilsalicílico (aspirina).
OMS – Rhizoma Zingiberis – Anti-inflammatory activity
U.S. National Library of Medicine
Migraine in America
Migraine Again (American Migraine Foundation)

Tonturas

Vários estudos no Reino Unido e Dinamarca em cadetes da marinha e pessoas com predisposição à tontura, demostraram o alto efeito do gengibre, impedindo tonturas e enjoo.

 

Enjoos e vômitos

Vários estudos demonstraram seu efeito antiemético (capacidade de prevenir ou deter náuseas e vômitos) por conter oleorresina composta de shogaol e gingerol, principalmente durante a gravidez, depois de uma cirurgia e relacionados com o mal de transportes ou cinetose (por mar, ar, carro ou trem) e o mal de altitude. Em 1999 a OMS reconheceu a utilidade do gengibre devido aos potentes efeitos sobre os enjoos e vômitos.
OMS – Rhizoma Zingiberis – Antinausea and antiemetic activities
European Review for Medical and Pharmacological Sciences
World Health

Digestão

O gengibre estimula a secreção de bílis e a atividade de diferentes enzimas digestivas, levando a uma digestão mais rápida. É utilizado para tratar problemas gastrointestinais tais como cólicas, diarreias, indigestão e flatulências.

Outras propriedades

Inflamações e câncer

Os principais compostos ativos responsáveis pelo sabor picante do gengibre são o (6)-gingerol e o (10)-gingerol com propriedades anti-inflamatórias e antioxidante muito conhecidas pelo potencial anticancerígeno, em particular para a próstata.
É externamente utilizado também para tratar traumatismos, reumatismos e aliviar as dores musculares.

Vias respiratórias

Os rizomas de gengibre servem para aliviar amigdalites, bronquites, inflamação de garganta, tosse, rouquidão, pleurite, pneumonia, febre e gripe.

 

Composição do gengibre

COMPOSIÇÃO g / 100 g
Gordura 4.24
Carboidratos 71.62
Proteínas 8.98
Valor energético 336 Kcal
MINERAIS mg / 100 g
Cálcio 114
Fósforo 168
Ferro 19.8
Magnésio 214
Sódio 27
Manganês 33.3
Potássio 1320
Zinco 3.64
VITAMINAS mg / 100 g
Vitamina C 0.7
Vitamina B1 (tiamina) 0.046
Vitamina B2 (riboflavina) 0.17
Vitamina B3 (niacina) 9.62
Vitamina B5 (ácido pantoténico) 0.477
Vitamina B6 0.626
});